13 de julho: Dia Mundial do Rock - YES! Idiomas

BLOG YES!

Conteúdos exclusivos para te ensinar ainda mais sobre os idiomas inglês e espanhol.

13 de julho: Dia Mundial do Rock

O dia 13 de julho é reconhecido no Brasil como o Dia Mundial do Rock. Mas só no Brasil? Sim! Estranho, né? Vamos explicar…

A data foi escolhida em homenagem ao histórico festival de rock beneficente Live Aid, realizado em 1985, com o intuito de arrecadar doações para as Famílias pobres da Etiópia. Foram dois grandes shows principais, que aconteceram simultaneamente em Londres e na Filadélfia (e outros menores na Austrália, na Rússia e no Japão), com uma das maiores transmissões via satélite da época, 1,5 bilhão de espectadores, em diversos lugares do mundo.

Participaram do festival vários grandes nomes do rock, como Sting, U2, Dire Straits, David Bowie, The Who, Elton John, Paul McCartney, Eric Clapton, Mick Jagger, Bob Dylan, Queen, Keith Richards, Ronnie Wood, Kiss, Phil Collins, entre outros. Foi algo tão antológico que, Phil Collins, único músico que tocou em Londres e em seguida pegou um avião para tocar também na Filadélfia, disse que deveria ser uma data dedicada mundialmente ao rock.

A frase de Collins caiu no esquecimento, até que duas rádios brasileiras, a 89 FM e a 97 FM, dedicadas ao estilo, ainda na década de 80 começaram a divulgar a data como o Dia Mundial do Rock. A ideia pegou e o desejo do cantor, pelo menos em nosso país, foi cumprido. Mas a homenagem, apesar de levar “Mundial” no nome, continuou viva só por aqui mesmo, no resto do mundo não é comemorada.

Já a origem do rock se deu entre as décadas de 40 e 50, nos Estados Unidos, proveniente de ritmos como o jazz, o blues e o country. Alguns dos seus primeiros grandes nomes foram Little Richard, Chuck Berry e Elvis Presley. Desde então, o rock se desenvolveu década após década, com o nascimento de diversos subgêneros, como o rockabilly, o heavy metal, o hard rock, o punk rock, o grunge, o hard core e o new metal.

O nome “rock ‘n roll” não tem uma origem definida, mas, acredita-se que faz alusão a balançar o corpo, dançar livremente. Independente da origem real do seu nome, o rock se tornou um símbolo da liberdade, seja a musical, abusando do volume e da intensidade sonora, a social, defendendo um estilo de vida mais alternativo, e até a política, trazendo letras que se opõem ao autoritarismo. Sobretudo, o rock é um símbolo da liberdade de expressão!

A YES! idiomas criou uma super playlist no Spotify com grandes clássicos do rock para você curtir e dançar muito enquanto exercita seu inglês.

Não percam!

Seja um
Franqueado

Escolha a YES! Idiomas como
parceira para o seu sucesso!

Existe uma YES!
perto de você